29
nov

Programa Comunidade Viva

image

Há uma década, o Programa Comunidade Viva vem mudando a perspectiva de vida das comunidades em situação de vulnerabilidade social do Barreiro e região. A iniciativa –criada e mantida pela Vallourec– reafirma o compromisso com o desenvolvimento humano integral e social da comunidade, com foco no fortalecimento das instituições locais e na promoção do desenvolvimento de crianças, adolescentes e jovens que vivem em situação de vulnerabilidade social.

Para comemorar os 10 anos de atuação social do Comunidade Viva, relembrar grandes momentos e demonstrar a essência do programa, será apresentado, no dia 29 de novembro, no Grande Teatro do Cine Brasil Valllourec, o espetáculo “E se ele não existisse?”.

A dramaturgia irá retratar vivências, experiências e encontros rememorados e compartilhados com o público, por meio dos corpos, vozes e talento de muitos dos que tiveram suas vidas transformadas pelo Comunidade Viva. Durante o ano, cerca de 90 beneficiados, crianças e adolescentes participantes das oficinas de música, dança e teatro oferecidas pelo programa, se preparam para esse momento. A expectativa é ocupar os mil lugares do teatro.

CONHEÇA O COMUNIDADE VIVA

O programa de responsabilidade social de atuação regular da Vallourec abrange o Bairro das Indústrias e Bairro Novo das Indústrias, ambos da região do Barreiro, município de Belo Horizonte, e no Residencial Parque Arrudas, pertencente ao Bairro Jardim Industrial, no município de Contagem, que correspondem a áreas de atuação da empresa.

O Comunidade Viva está sob a gestão da Cooperação para o Desenvolvimento e Morada Humana (CDM), juntamente com parceiros. Além do espetáculo comemorativo, outros importantes resultados também podem ser observados na pesquisa de impacto realizada ano passado. O índice de satisfação com o programa é de 92% e os resultados com os beneficiados são concretos, principalmente relacionados ao comportamento (relação do indivíduo com a família e a comunidade, postura, visão de futuro, entre outros).

Um bom exemplo é a Stela Fernandes Paixão, de 16 anos, que foi aluna do Percurso Jovem Trabalhador realizado pelo Comunidade Viva, cujo objetivo é prepara os jovens para o mercado de trabalho, de forma crítica, ética e consciente. Ela está trabalhando como aprendiz na Fundação Sidertube, entidade sem fins lucrativos mantida pela Vallourec, desde janeiro deste ano.

“O Percurso foi algo maravilhoso que aconteceu em minha vida. Além de adquirir mais conhecimentos, fiz muitos amigos e vários deles estão trabalhando também”, conta a jovem. Para Stela, a experiência marca o início de uma vida profissional cheia de planos e sonhos. “Pretendo prestar vestibular para Direito no fim do ano, se Deus quiser”.

 

Veja também

Comentários